27 janeiro 2010

"AnimaTV": animação brasileira na televisão

. 27 janeiro 2010



Os desenhos animados estão presentes na programação de praticamente todas as emissoras abertas do Brasil. Atualmente, são as únicas atrações voltadas ao público infantil na TV comercial, sendo as principais estrelas das faixas "TV Globinho", "Bom Dia e Cia", "Record Kids", "Band Kids" e "TV Kids", só pra citar os infantis das cinco maiores redes do país. A TV Cultura, que oferece mais que apenas desenhos à molecada, também recheia sua programação com animações. São ótimos programas! Mas são produções estrangeiras. A animação nacional, representada por produtores cheios de criatividade, praticamente não tem espaço na programação da TV brasileira.




Algumas atitudes estão sendo tomadas na tentativa de mudar esse cenário. Uma delas é o projeto "AnimaTV", da própria TV Cultura e da TV Brasil. O projeto visa fomentar a produção de animação no país, oferecendo incentivo e espaço para que os produtores brasileiros possam mostrar serviço.

Desde a última segunda-feira, 25, a TV Cultura vem exibindo 17 pilotos animados, escolhidos entre mais de 250 trabalhos inscritos no "AnimaTV". Com a exibição pela televisão, o projeto chega a uma nova fase, transformando a TV pública em vitrine para mostrar os pilotos com 11 minutos de duração, voltados a crianças de seis a 14 anos, com diferentes propostas e técnicas de animação.

A mostra começou na segunda, 25, com um making of das 17 produções, nos dois blocos destinados ao "AnimaTV", às 11h30 e às 16h30. Na terça, 26, foram ao ar "Piratas vs Ninjas vs Robôs vs Caubóis", "Hiperion", "Platz na Cidade" e "Carrapatos e Catapultas", às 11h30; e "Vai dar Samba", "A Princesa do Coração Gelado", "Bolota e Chumbrega" e "Abílio e Traquitana", às 16h30. Na manhã desta quarta, 27, foi a vez de "Tromba Trem", "Jajá Arara Rara", "Wilbor" e "Vivi Viravento"; logo mais, às 16h30, será a vez de "Scratch", "Nave Sub-D", "Historietas Assombradas", "Zica e os Camaleões" e "Miúda e o Guarda-Chuva". Amanhã, 28, e sexta, 29, todos os pilotos serão reapresentados em períodos contrários à primeira exibição, e no sábado, 30, haverá uma maratona com a exibição de todas as animações, a partir das 14h30.



Depois dessa mostra, dois títulos deverão ser escolhidos para serem transformados em séries. A escolha dos dois pilotos será feita baseada em pesquisas quantitativas (número de espectadores) e qualitativas (baseadas em opiniões de crianças e especialistas), além de uma comissão julgadora. As produtoras responsáveis pelos títulos escolhidos receberão 950 mil reais para a realização de 12 episódios. Os 15 projetos restantes terão uma vantagem para tentar uma parceria com TVs comerciais ou acordos internacionais, já que todas as produtoras tiveram de montar uma proposta comercial e desenvolver o roteiro para virar série.

Vale a pena prestigiar a mostra do "AnimaTV". Trata-se de uma maneira de conhecer melhor um trabalho ainda restrito dentro da indústria nacional de entretenimento. São muitas as produtoras nacionais com ótimas ideias, prontas para desenhá-las e animá-las. O "AnimaTV" pode ser o primeiro passo para que tenhamos uma reconhecida indústria nacional de animação.

André Santana

1 xícaras tomadas.:

Shilola disse...

Realmente é uma ótima iniciativa.´Inclusive preciso começar a decorar os horários dos desenhos bonitinhos...
Sabe que dia desse encontrei na Fnac um DVD da turma do Cocorico. E tem mais de um DVD pelo que eu pude ver.
E tb to de olho em CDs infantis. Esse final de semana comprei o "Arca de Noé" (quem eu tive quando pequenininha e claro que minha filhinha terá tb!). Só que agora vi que tem o 2...
complicado escolher coisas educativas pra crianças... Afffe.
Bjocas,
Carol